Escritor angolano lançará Dicionário Português Kikongo no ILABANTU

V Conversa de Terreiro deste ano pretende trazer ao Brasil importantes personalidades do mundo acadêmico e autoridades tradicionais do universo bantu

Francisco-Narciso-Cobe-1Escritor Francisco Narciso Cobe

Itapecerica da Serra/SP – O escritor angolano Francisco Narciso Cobe estará na cidade de Itapecerica da Serra, região metropolitana da Grande São Paulo dias 22 e 23 de agosto deste ano para lançamento do seu mais recente trabalho, o novo Dicionário Português-Kikongo, concretizando um sonho em uma das duas áreas da sua formação científica – ciências da linguagem.

A confirmação oficial da visita do linguista bantu ao Brasil foi dele próprio, atendendo a convite formulado pelo Taata Katuvanjesi – Walmir Damasceno, no âmbito da celebração pelo ILABANTU/ Nzo Tumbansi, da Década Internacional dos Afrodescendentes, criada por resolução da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), no dia 23 de dezembro de 2014, sob o lema “Afrodescendentes: reconhecimento, justiça e desenvolvimento”.

Nesse quadro, a Década Internacional dos Afrodescendentes começou a ser celebrada em 1º de Janeiro deste ano, para um período que se estende ao dia 31 de dezembro de 2024, segundo as Nações Unidas, data bem próxima às comemorações do bicentenário do fim da escravatura no mundo, que ocorreu no século XIX, no ano de 1830.

dicionario-portugues-kikongo

Para o lançamento da importante obra no Brasil, o ILABANTU e o Nzo Tumbansi está organizando a V Conversa de Terreiro no momento em que povos e comunidades afro brasileiras de feição bantu está empenhada na valorização e promoção das línguas transplantadas do além-atlântico e preservadas nos Terreiros de candomblé, povos estes que Brasil ficaram conhecidos como Congo-Angola. O evento será dias 22 e 23 de agosto na sede nacional da Instituição e contará com apoio da Fundação Open Society – Angola e da Mayamba Editora, aproveitará a oportunidade para homenagear o professor doutor Francisco Cobe com o titulo de Grande Benemérito da Cultura Tradicional Bantu brasileira.

Cobe argumenta que “como todas as línguas do mundo, o Kikongo tem a sua história, que não é o tema deste novo Dicionário Português-Kikongo. Língua viva, o Kikongo continua a se desenvolver e está apta para integrar termos técnicos de qualquer domínio (medicina, justiça e matemática); assim “crescem” as línguas ditas vivas”, sentencia o Professor.

Francisco-Narciso-CobeEscritor Francisco Narciso Cobe

Francisco Narciso Cobe é médico e linguista, nasceu no Bembe, província do Uíge, Republica de Angola, em 11 de janeiro de 1944. Frequentou a escola primária Evangélica (B.M.S.- Baptist Missionary Society) do Bembe (1952-1958) e lecionou nas Escolas Rurais do Nsangi (1958-1959) e do Nkau (1959-1960), naquele país africano.

Com uma bolsa de estudo oferecida pelas Igrejas Evangélicas Canadianas e Americanas, estudou em Sona Bata (Ciclo de orientação, 1962-1964) e Sona Mpangu (Humanidades Científicas 1964-1968), no Congo-Kinshasa, atual República Democrática do Congo.

Foi professor de Francês e de Matemática em Sona Mpangu, tendo iniciado estudos de medicina em Luluaburgo (Kananga) e na Universidade Lovanium (Kinshasa) que viria a concluir na Alemanha, nas Universidades de Giessen e de Frankfurt e ainda os estudos de Romanística com mestrado pela Universidade de Frankfurt am Main.

Posteriormente, trabalhou em vários hospitais e serviço de seguro de saúde alemães. Atualmente é médico consultor.

Enquanto estudante em Sona Mpangu escreveu e publicou uma brochura de 44 poemas, em Francês, intitulada “Essai poétique”. Alguns poemas viriam a ser publicado no jornal da escola “Boussole” (Bússola).

É ainda autor de um ensaio intitulado “Escravos africanos no Brasil no século XVI (1989), ainda não editado, e de um breviário de termos médicos em alemão, também não editado – Medizinische Abkurzungem (Abreviaturas médicas), 2001−, mas em uso, em edição digital, na repartição hospitalar dos serviços de seguro de saúde na região de Fulda( AOK, Estado de Hesse) desde 1998, na Alemanha.

There are 4 comments. Add yours

  1. 4th maio 2015 | Mariana Reuter Palmeiro says:
    Gostaria, de saber como seria possível adquirir um exemplar. já estive duas vezes em Angola, tive contato com familias que falavam Kikongo, gostaria de aprendr um pouquino sobre a língua, norte de Angola e Congo. Desde á muito obrigada Mariana.
  2. 26th janeiro 2018 | CARMEM MARIA A. DE SÁ says:
    boa noite gostaria de adquirir o Dicionário Portugues/Kikongo, onde comprar e valor?
  3. 26th janeiro 2018 | CARMEM MARIA A. DE SÁ says:
    onde encontrar e quanto o Dicionário Portugues/kikongo
  4. 16th fevereiro 2018 | admin says:
    Ainda não se encontra a venda no Brasil, infelizmente.

Join the Conversation