Espetáculo que teve a contribuição do Inzo Tumbansi / Ilabantu


Mangalê – a terra que me transforma from Sereia Filmes on Vimeo

São Paulo/SP – Mangalê consiste em um projeto de pesquisa e produção de um espetáculo artístico de dança, abordando duas Nações: Ketu e Angola. A palavra nação é usada no candomblé para distinguir seus segmentos, diferenciados pelo dialeto utilizado nos rituais, o toque dos atabaques, a liturgia. A nação também indica a procedência dos escravos que lhe deram origem na nova terra e das divindades por eles cultuadas.

Distinguir as semelhanças e diferenças de linguagem de cada Orixá / Nkise, ligado a sua história, mitologia e principalmente no pé de dança. Permitindo um maior acesso dessa cultura sem ser colocada a religião em pauta, abordar esse tema em São Paulo é basicamente tirar a pesquisa de dentro das casas de Candomblé e expandi-la até a comunidade, levantando resultados para uma consciência de preservação do patrimônio cultural afro-brasileiro e o resgate das suas origens e valores.

Ficha técnica:

Direção: Preta Vani
Produção: Suely Durden
Construção Coreográfica e Dança: Val Ribeiro e Preta Vani
Direção Musical e Percussão: Rômulo Nardes e Alysson Bruno
Canto: Negravat Teixeira
Fotografia: Diego Quarenta E Seis
Fotografia: Andréa Vicente
Direção de Arte, Cenografia e Figurino: Alessandra Tafuri Técnicos de Palco e Aderecistas: Jacqueline Nascimento, Jose Cezar Pinheiro Renzi, Adriana dias
Costureiro: Rosival Francisco da Silva
Técnico de Som e Iluminação: Eduardo Alves
Design Gráfico: Tatu Paula

mangale

No comments yet.

Join the Conversation