Ex-perita da ONU confirma presença ao Nzo Tumbansi

Mireille Fanon-Mendès-France, professora da Universidade Paris Descartes

Mireille Fanon Mendes France, professora da Universidade Paris Descartes e professora visitante na Universidade de Berkeley, filha do lendário psiquiatra e ativista negro Frantz Fanon, Consultora Jurídica, ex-perita do Conselho de Direitos Humanos da ONU, coordenadora do Grupo de Trabalho sobre Pessoas Afrodescendentes, presidente da Fundação que leva o nome do seu pai, Frantz Fanon, sediada em París, França encaminhou mensagem ao coordenador geral do ILABANTU Nzo Tumbansi, Tata Katuvanjesi – Walmir Damasceno, informando que vem ao Brasil e tem presença confirmada no IV Seminário de Comunidades Tradicionais Bantu e de Terreiros, que será realizado dias 8, 9 e 10 de fevereiro de 2019, das 14 às 20h00 na sede do ILABANTU – Nzo Tumbansi, a Rodovia Armando Salles, 5205, Recreio Campestre, Itapecerica da Serra, São Paulo.

A visita da ativista de direitos humanos vai se juntar a do príncipe Serge Guezo (descendente do nono Rei do Daomé), atual Benin, que fará conferência especial no evento. O reino do Daomé foi fundado no século XVII e durou até 1904, quando foi conquistado com tropas senegalesas pela França e incorporado à África Ocidental.

Principe do Benin, Serge Guezo

O Príncipe herdeiro de uma das mais importantes dinastia africana, disse que sua viagem ao Brasil “objetiva divulgar a preparação da Conferência Internacional Toussaint louverture Day, evento anual que se realizará em abril de 2019 e que o lançamento será no Brasil”.
Acompanhado da sua colaboradora, a cineasta e escritora Marie Ange Thébaud, Serge Guezo indicou o ILABANTU para coordenar a visita, o roteiro traçado inclui São Paulo (Kwe Mina Odan Axé Boço Dá-Hô), liderado pela Nochê Sandra de Xadantã, em Juquitiba, região metropolitana sul de São Paulo; Casa do Benin, no centro histórico da capital baiana, Salvador; e Rio de Janeiro.
Além de participar de uma Conferência no Nzo Tumbansi, os visitantes conhecerão alguns pontos do Capão Redondo, lendário bairro da zona sul de São Paulo contado em versos e músicas de grupos populares como Racionais Mc. A partir do Capão Redondo, o cineasta congolês, Ne Kunda Nlaba, produtor, realizador, roteirista, ator e politólogo (especialista em ciências políticas), iniciará a gravação do Documentário com Tata Katuvanjesi.

Author Description

admin

No comments yet.

Join the Conversation