Prefeito de Maricá recebe Tata Katuvanjesi para conhecer moeda social Mumbuca

Maricá/RJ – O prefeito de Maricá, município da região dos lagos fluminense, Washington Quaquá, que também é presidente estadual do PT do Rio de Janeiro, recebe nesta terça-feira(8/11), às 11h00, o coordenador nacional do ILABANTU/Nzo Tumbansi, Taata Katuvanjesi – Walmir Damasceno. A confirmação da audiência foi feita hoje (4/11), pelo Assessor Especial do Gabinete, Gustavo Xavier.

prefeito-quaqua

O encontro proporcionará ao líder do Ilabantu e Inzo Tumbansi conhecer o projeto “Cidades emergentes e sustentáveis revalorizando o humano”, uma experiência bem sucedida de Maricá na implementação de políticas públicas de inserção social, valorização ambiental e desenvolvimento econômico sustentável. Na sua última visita a Maricá, Damasceno ficou impressionado com a disposição da administração municipal na implementação da Lei 2.448 de 26 de junho de 2013 que institui o Programa Municipal de Economia Solidária, Combate à Pobreza e Desenvolvimento Econômico e Social, criando Bancos Comunitários na prestação de serviços financeiros solidários, em rede, de natureza associativa e comunitária, voltados para a geração de trabalho e renda na perspectiva de reorganização das economias locais, tendo por base os princípios da Economia Solidária, objetivando promover o desenvolvimento de territórios de baixa renda, através do fomento à criação de redes locais de produção e consumo baseando-se no apoio às iniciativas da economia popular e solidária em seus diversos âmbitos, como: de pequenos empreendimentos produtivos, de prestação de serviços, de apoio à comercialização e o vasto campo das pequenas economias populares gerido pelo Banco Palmas, um Banco Comunitário que criou a moeda social Mumbuca, experiência que deseja sugerir aos novos gestores das cidades onde milita, Itapecerica da Serra, no estado de São Paulo, e Ipiaú, sul da Bahia.

mumbuca_marica_2

Taata Katuvanjesi – Walmir Damasceno, esteve recentemente no município Maricá, sede do Inzo Tumbansi Mundele Ia Nkosi Anga Nlemba, presidindo e conduzindo atos de celebração de 21 anos de iniciação e reafricanização no candomblé congo angola dos irmãos biológicos, Tata Kilondiri, pai Marcos de Oliveira, de Nkosi e Tata Kiluanji, pai Geraldo de Oliveira, de Nlemba, respectivamente.

No comments yet.

Join the Conversation