Terceira Reunião do Povo de Comunidade Tradicional Afro Bantu

Kizoomba Bantu Katatu

Data: 18 de maio de 2013

Local: Instituto Latino Americano de Tradições Afro Bantu – Ilabantu – Estrada de Itapecerica (Rodovia Armando Sales), 5205

Público: Lideranças de Comunidades Tradicionais de Matriz Africana Bantu da Bahia, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba, Recife e Maceió (100 pessoas)

9h00 Recepção – Inscrições – entrega de materiais
10h00 Abertura Tradicional Bantu

Nengwa Kwa Nkisi Lembamuxi – Herdeira e Sucessora do Unzó Tumbenci de Maria Neném – Casa Matriz de Salvador – Bahia

10h10 Conferência Especial da Ministra-Chefe da Seppir/PR, Luiza Bairros

Palavra de Autoridades Tradicionais, Politicas, Sociais

11h00 Exposição Tema: “Revitalização das Tradições Bantu no Brasil”

Palestrante: Taata Kwa Nkisi Katuvanjesi – Walmir Damasceno, diretor do ILABANTU/Nzo Tumbansi

11h30 Exposição Tema: “A contribuição dos povos bantu na construção do patrimônio cultural brasileiro e combate ao racismo”

Palestrante: Professora Doutora Yeda Pessoa de Castro – UFBa./UNEB – Salvador/Bahia

13h00 Intervalo para o Almoço
14h00 Exposição Tema: “As famílias tradicionais na construção dos fazeres e saberes bantu no Brasil”

Palestrante: Raimundo Nonato da Silva – Taata Lubitu Konmannanjy – Presidente da Acbantu (Salvador-Bahia)

14h30 Oficina Reciclando o Saber

Responsável: Patrícia Marinho – Arqueóloga – MAI USP-SP

16h00 Roda de Reflexão

1.Reflexão sobre os 10 anos da lei 10.639 em São Paulo: dificuldades, avanços e a contribuição da matriz bantu.

A reflexão será aberta com fala da educadora Liliane Braga professor Mauricio F Santos, Taata Kwa Nkisi Mutadiamy, ambos farão um panorama dos 10 anos da vigência da lei que institui a obrigatoriedade do ensino sobre História e Cultura Afro-Brasileira no âmbito de São Paulo, com exemplos de dificuldades e avanços e informações de/sobre órgãos governamentais responsáveis pela fiscalização e cumprimento da lei. A contribuição da matriz bantu será abordada de forma histórica e, em seguida, Liliane mediará a reflexão sobre essa contribuição na atualidade, por meio de diálogo aberto e relatos de experiências das pessoas presentes no Seminário,

2.Troca de reflexões entre os participantes mediados pelos palestrantes

18h00 Cerimônia Tradicional em Homenagem ao nkisi Katendê
19h00 Encerramento

No comments yet.

Join the Conversation