Walmir Damasceno coordenará seminário Promovendo a Igualdade Racial: Um diálogo sobre políticas públicas no Território Médio Rio das Contas

Salvador/Ba – A convite do geógrafo Ataíde Lima de Oliveira, secretário em exercício da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial da Bahia (SEPROMI), que substitui a Elias Sampaio, que deixou a pasta para pleitear uma vaga no próximo processo eleitoral como deputado estadual, o Taata Kwa Nkisi Katuvanjesi – Walmir Damasceno desembarca na capital baiana na próxima quarta-feira (7/5), a fim de Coordenar o Seminário “Promovendo a Igualdade Racial: Um diálogo sobre políticas públicas no Território Médio Rio das Contas”, na região sul da Bahia que está sendo organizado pelos vereadores Margareth Chaves PP, Orlando Santos, PT e Josenaldo de Jesus do PP, que acontecerá dia 9 de maio (sexta-feira) às 19hs no Salão Nobre da Câmara de Vereadores de Ipiaú.

Nengwa Kwa Nkisi Lembamuxi, a carismática Mãe Florzinha em visita ao Nzo Tumbansi

O coordenador nacional do ILABANTU e líder de povos e comunidades tradicionais de matriz africana, Taata Kwa Nkisi Katuvanjesi – Walmir Damasceno será recebido no Aeroporto Internacional Dois de Julho por dirigentes da Sepromi e recepcionado inicialmente no Unzó Tumbenci de Maria Neném pela Nengwa Kwa Nkisi Lembamuxi, a carismática Mãe Florzinha, sacerdotisa máxima do candomblé congo-angola, herdeira e sucessora do Unzó Tumbenci de Maria Neném, no bairro do Beirú-Tancredo Neves, periferia de Salvador. A tarde, às 16h00, será recebido em audiência na sede da SEPROMI, na Avenida Paulo VI, 760, Edf. Belmonte Empresarial, 3º andar, bairro Pituba, região nobre de Salvador, Bahia.

No dia 8, Taata Kwa Nkisi Katuvanjesi segue para a cidade de Ipiaú que dista 360 km ao sul do Estado da Bahia, a fim de ultimar os preparativos para o Evento que tem confirmada a presença de Secretários e Gestores dos 18 municípios que compreendem o Território Médio Rio de Contas, bem como Vereadores das 18 Câmaras Municipais, representantes de Associações, Entidades, Artistas e Líderes de Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africana da região, numa mobilização dos vereadores comprometidos com a luta contra o racismo e discriminação racial e respeito às diferenças, a exemplo de Margareth Chaves (PP), Orlando Santos (PT) e Josenaldo de Jesus, o Jô da AABB (PP). “Temos a certeza de que o encontro marcará a história de nossa cidade, Ipiaú, no combate ao racismo e na celebração da diversidade e respeito às diferenças”, lembrou a vereadora Margareth Chaves.

Kesa Dia Nzambi, da redação Kimwanga-Nsangu – Agência de Notícias

No comments yet.

Join the Conversation