Exposição do Gaipê Adilson Bezerra apresenta Voduns do Candomblé Jeje-Mahi ao público

Recife/Pe – Durante o III e-GEINCOS realizado em Julho de 2013 na Universidade Federal da Paraíba – UFPB/CCSA, em apenas 16 horas, mais de 320 pessoas passaram pela exposição “Legba Vodun” do artista Gaipê Adilson Bezerra D’Ayrá.

Natural de Recife/Pe, Adilson é iniciado há 30 anos no culto Jeje-Mahi, raiz da Kwé Ceja Undê. Doutorando pela Universidad Complutense de Madrid e Mestre em Desenvolvimento de Processos Ambientais pela UNICAP – Universidade Católica de Pernambuco.

As Exposições “Legbá Vodun”, “Vodun Dan”, e “Sakpatá Vodun” tem como objetivo divulgar, promover e difundir a cultura afrodescendente em seu contexto cultural, artístico e religioso. As esculturas são trabalhadas em pedra rachão, na sua forma primitiva pós corte, com uma visão aprofundada das formas, que são exaltadas através da aplicação de pedras, búzios, miçangas e tintas.

Cada peça que faz parte das exposições, tem como proposta apresentar a magia, o encantamento e a mística dos Voduns, exaltando a beleza e a força das marcas tribais de suas divindades. A religiosidade afro brasileira, rica em simbologias, ritos e tradições nos leva, a um pensamento ecológico de respeito ao meio ambiente e preservação.

Uma vez que a diversidade étnica e cultural de seus deuses é representada pelas forças da natureza, possibilitando a passagem do universo religioso ao universo cultural. A próxima exposição, intitulada “Vodun Dan” será realizada nos dias 29, 30 e 31 de outubro na UFPB Campus IV de Mamanguape, na Paraíba.

Confira alguma dessas obras de arte!

Uilian T. Vendramin, da redação Kimwanga-Nsangu – Agência de Notícias

Gaípê é um cargo do candomblé Jeje, responsável pelas iniciações juntamente com o Doté ou com a Doné. É tido também como o conhecedor das ervas e separador de cabeças para iniciação, ou seja é ele quem, de acordo com o jogo determina a ordem de raspagem do barco.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.