Governador da Bahia, Rui Costa define apoio a visita do Rei Tradicional Bantu ao Brasil

Itapecerica da Serra/SP – Lideranças de povos e comunidades tradicionais de matriz africana, órgãos de governos Brasil/Angola, ativistas do movimento negro brasileiro estão engajados na organização para recepcionar o Rei Ekuikui V (Armindo Francisco Kalupeteka), soberano do Bailundo, reino localizado no município do mesmo nome, província do Huambo, no planalto central de Angola, África austral.

ekwikwi_katuvanjesi_021

A visita do monarca africano ao Brasil está prevista para inicio de abril deste ano e percorrerá as cidades de São Paulo, Campinas, Brasília, Teresina, Salvador, Ilhéus, Itabuna, Ipiaú (Bahia), União dos Palmares (Serra da Barriga, Alagoas), Belo Horizonte, Recife e Rio de Janeiro.

O fato está sendo considerado histórico em função de ser a primeira vez que um Monarca Bantu visita o Brasil após a escravidão. A visita do Rei do Bailundo aos afro-brasileiros está ganhando dimensões significativas e em caráter oficial o Rei estará representando o Estado Angolano graças aos esforços e empenho empreendido pelos diversos órgãos e instituições a exemplo dos Ministérios da Cultura de Angola, da Administração do Território e outros órgãos do governo angolano.

No Brasil, várias instituições e governos estão mobilizados com vista à participação e apoio a visita do Rei do Bailundo. A iniciativa do ILABANTU em parceria com a ACBANTU, AFROCOM, CENARAB, conta com apoio da Prefeitura do Município de São Paulo, através da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial.

Apoio do Governo da Bahia

rui-costa

O Governador da Bahia, Rui Costa, através do seu Chefe de Gabinete, Cicero Monteiro, encaminhou a seguinte mensagem ao coordenador nacional do Ilabantu, Taata Katuvanjesi – Walmir Damasceno, definindo o seguinte: “Considerando o grande valor simbólico” dessa visita real para o resgate da identidade cultural da Bahia, reforçando o compromisso do nosso governo de combater a intolerância religiosa e o racismo, a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial e a Secretaria de Cultura se dispõem a prestar o necessário apoio institucional para a construção de agendas, como também a Casa Militar do Governador poderá prestar suporte logístico e de segurança, durante o período da visita real a Salvador. “Dessa forma, colocamos a nossa Assessoria Internacional à sua inteira disposição para as interlocuções que se façam necessária, pleiteado pelo Ilabantu, ao Estado da Bahia”, sentenciou Cicero Monteiro.

Foto: José Armando Estrela

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.