Taata Katuvanjesi é escolhido Rei vitalício do Afoxé Filhos de Ganga Zumba em Cubatão

Cubatão/SP – O Afoxé Filhos de Ganga Zumba, o mais antigo e tradicional da cidade de Cubatão, no litoral sul paulista, fará a abertura do desfile oficial da carnaval da cidade, dia 6/2, a partir das 20h00. O grupo carnavalesco levará à avenida um cortejo em homenagem à Orixá Odé (Oxóssi), divindade africana que exerce influência sobre a caça e é invocado para trazer fartura a seus devotos e adeptos.

No Candomblé, cada Orixá é representado por cores e características específicas, o que norteia a equipe que cuida do design das fantasias de cada ala do Afoxé. Odé (Oxóssi) será representado pelos tons do verde.

Odé ou Oxóssi, como é popularmente conhecido, receberá uma cantiga em sua homenagem. Para representá-lo na Avenida Beira-Mar, Jardim Casqueiro, local de desfile dos Grupos e Escolas de Samba, espaço da concentração, terá um palanque armando e receberá cumprimentos dos foliões e autoridades da cidade, bem como da prefeita do município de Cubatão, Marcia Rosa de Mendonça (PT-SP). Este ano a diretoria da Associação Cultural Filhos de Ganga Zumba inovou e resolveu escolher entre os sacerdotes de Candomblé um Rei vitalício para o Afoxé, tal escolha recaiu sobre Taata Katuvanjesi – Walmir Damasceno, que desfilará com uma corte digna dos monarcas africanos e contará com a participação especial lideranças de povos e comunidades tradicionais de matriz africana.

Histórico

O Ganga Zumba, um antigo Rei-Guerreiro bantu, como também é conhecido, foi fundado em 3 de março de 2010 num esforço e empenho do Oga José Expedito Ferreira e Oga Wladimir de Paula Penha, duas importante lideranças de religiões de matriz africana. Desde então o grupo abre o desfile oficial do carnaval de Cubatão. “Somos o único afoxé da Cidade que traz em seu bojo a tradição mais antiga, com a corte, a comissão de frente e a charanga aos moldes das grandes orquestras africanas”, explica Oga Wladimir de Paula Penha.

IMG-20151212-WA0052Afoxé Filhos de Ganga Zumba se apresenta no Nzo Tumbansi

Os afoxés, manifestações que vieram da África idealizado pelos povos africanos no sentido de mostrar o modo de vida real, eram grandes cortejos reais que se deslocavam de um reino para o outro quando um rei precisava de outro rei para determinada situação. O rei, então, levava na viagem toda a sua corte, sempre precedida por um feiticeiro que carregava nas mãos um pó mágico chamado de afoxé. Ele abria o caminho da corte, assim como queria fazer com que seu rei, ao chegar ao outro reino, fosse bem sucedido na missão.

“Os afoxés sempre foram integrados ao Carnaval em função do mito. O objetivo é limpar o local para que os outros possam passar. Os que vêm atrás serão felizes, assim como os que participam do desfile”, conta o veterano Oga José Expedito.

2 comentários em “Taata Katuvanjesi é escolhido Rei vitalício do Afoxé Filhos de Ganga Zumba em Cubatão”

Deixe um comentário para Efamim Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *