UNIFESP vai mapear terreiros de Umbanda e Candomblé de São Paulo

A deputada federal paulista, Sâmia Bomfim, do PSOL, reuniu-se no inicio da tarde de hoje (14/2), no Gabinete da Reitoria da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), com a professora doutora Soraya Soubhi Smaili, Reitora da UNIFESP. A reunião foi acompanhada pela pró-reitora de extensão e cultura, Raiane Patrícia Severino Assumpção; pró-reitor adjunto, Magnus Regios Dias da Silva; Ana Laura, assessora parlamentar; Fernando Oliveira, líder do Movimento Negro e Tata Katuvanjesi (Walmir Damasceno). Encontro visou ajustamento de emenda Parlamentar de autoria de Sâmia Bomfim que possibilitará o mapeamento dos terreiros de Umbanda e Candomblé de Sao Paulo a ser executado pela UNIFESP em parceria com o ILABANTU, uma antiga aspiração.

O objetivo do mapeamento dos Terreiros de Umbanda e Candomblé de São Paulo é conhecer a realidade dessas comunidades nas diversas localidades e regiões pesquisadas: quem são, onde estão localizadas, suas principais atividades comunitárias, situação fundiária, infraestrutura, entre outros aspectos socioculturais e demográficos. Buscara-se, dessa forma, construir um rico banco de dados que norteará as políticas públicas junto às comunidades tradicionais de matriz africana, com ênfase no combate ao racismo, violências e perseguições sistemáticas a que são submetidos povos e comunidades de Terreiros.

2 comentários em “UNIFESP vai mapear terreiros de Umbanda e Candomblé de São Paulo”

  1. Cleriston Dourado Bastos

    Bom dia sou do Terreiro Ilê Axé lua asse em Feira de Semana Bahia Quero sabe se aqui na Bahia vocês vão cadastrar também ?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.