V Ecobantu: “Os bantu no mundo Afro-atlântico”, deverá acontecer em dezembro deste ano em São Paulo

O Comitê Cientifico do Encontro Internacional das Tradições Bantu (ECOBANTU) reuniu-se virtualmente no início da noite de ontem (19/7) e discutiu as possibilidades de realização da quinta edição do Encontro em dezembro deste ano objetivando discutir a temática “Os Bantu no Mundo Afro-Atlântico”.

Segundo o professor doutor Vagner Gonçalves da Silva, que coordena o Comitê junto com Rosenilton Silva de Oliveira e Pedro Neto, o evento idealizado e construído pela Comunidade Tradicional de Matriz Centro Africana Inzo Tumbansi, liderada por Tata Nkisi Katuvanjesi, visa estabelecer e fortalecer uma rede formada por esta organização, através de intercâmbios e trocas de experiências transatlânticas, propondo reflexões e ações que atuem para salvaguardar e dinamizar as culturas Bantu.

O evento de amplitude e dimensão internacional, é uma proposta originada do Instituto Latino Americano de Tradições Afro Bantu (ILABANTU), organização de fortalecimento político institucional de povos e comunidades tradicionais de terreiros deverá acontecer de forma virtual de 1 à 5 de dezembro, em parceria com a Associação Àgò Lònà, coordenada por Pedro Inatoby Neto, iniciado no Ilé Àse Palepa Mariwo Sessu – SP (fundado em 1979) dirigido por Ìyà Sessu, Cientista social graduado pela (PUC) de São Paulo.

4 comentários em “V Ecobantu: “Os bantu no mundo Afro-atlântico”, deverá acontecer em dezembro deste ano em São Paulo”

  1. Bàbá Wallamym

    Fico feliz por ver irmãos voltados a mostrar ao mundo que podemos ser unidos,falarmos da religião com outros irmãos de asé que idealizam a mesma fé no sagrado. É muito importante ter esses congressos. Parabéns pra todos vcs do Inzo Tumbansi,em especial ao Tata katuvanjesi.

  2. Makuiu, saúdo a todas e todos por esta iniciativa. É bastante louvável e necessária esta interação entre nosso Povo. Além de estreitarmos loços estaremos resgatando os mesmos que nos apartaram nas diáspora. Makota Sangulouisa.

  3. Valeria Ribeiro moreira sabino

    Taata katuvanjessi o senhor vem nos mostrando o quanto podemos enriquecer culturamente .obrigada por nos presentiar com tanto conhecimento pois agora podemos dizer que sabemos de nossas verdadeiras origem makuiu, nzambe aquatesa. Mametu Matambenganga.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.