Herdeira do Terreiro Tumbenci de Maria Neném e Rei Muatchissengue Wa Tembo abre V ECOBANTU esta semana

ECOBANTU(Encontro Internacional das Tradições Bantu), será realizado esta semana, de 1 à 5 de dezembro em formato online com tema: Os Bantu no Mundo Afro-Atlântico será transmitido via YouTube – Facebook, pelo canal TV TUMBANSI, no endereço: https://www.youtube.com/c/TVTumbansi/about . Segundo Vagner Gonçalves da Silva, antropólogo, professor no departamento de antropologia da Universidade de São Paulo(USP), que coordena a comissão organizadora juntamente com o também professor da Faculdade de Educação da USP, Rosenilton Silva de Oliveira e o cientista social Pedro Neto, o evento idealizado a partir de debates na Comunidade Tradicional de Matriz Centro Africana Inzo Tumbansi, liderada por Tata Nkisi Katuvanjesi(Walmir Damasceno), visa estabelecer e fortalecer uma rede formada por esta organização, através de intercâmbios e trocas de experiências transatlânticas, propondo reflexões e ações que atuem para salvaguardar e dinamizar as culturas Bantu.
Evento de amplitude e dimensão internacional, é uma proposta originada do ILABANTU Inzo Tumbansi, em parceria com a Associação Àgò Lònà, coordenada por Pedro Inatoby Neto, terá cerimônia de abertura às 9h30 desta quarta-feira pela Nengua Nkisi Lembamuxi, herdeira e sucessora do Terreiro Tumbenci de Maria Neném e contará com a participação, pela primeira vez, de um Rei tradicional dos Bantu, sua majestade, Muatchissengue Wa Tembo, soberano do grande Reino Tchokwe-Lunda, da República de Angola, além de outras participações internacionais africanas, como o diretor geral do Centro Internacional de Civilizações Bantu(CICIBA), Antonie Manda Tchebwa.
Programação
Evento online pelo Canal TV Tumbansi – YouTube – Facebook
https://www.youtube.com/c/TVTumbansi/about
Quarta-feira: 1/12/21
9h30-10h – Abertura tradicional – Saudação na tradição kongo-angola:
Nengua Nkisi Lembamuxi (Herdeira e sucessora do Terreiro Tumbenci de Maria Neném, de Salvador – BA) e Sua Majestade, Rei Mwatchissengue Wa Tembo, (Soberano do Grande Reino Tchokwe – Lunda, República de Angola).
10h-11h – Mesa de Abertura
Tata Nkisi Katuvanjesi (Walmir Damasceno) – dirigente do Inzo Tumbansi – ILABANTU/CICIBA;
Prof. Dr. Antonie Manda Tchebwa – Diretor geral do Centro Internacional de Civilizações Bantu (CICIBA – Gabão);
Representante da Comissão Organizadora;

Raiane Assumpção – Vice-Reitora da Universidade Federal de São Paulo(UNIFESP);
Deputada Estadual Isa Penna – Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo;
Manuel David Mendes – Deputado da Assembleía Nacional de Angola;
Vereador Professor Toninho Véspoli – Câmara Municipal de São Paulo;
Quinta-feira: 2/12/21
9h30-12h – (MR1) – África Central na Formação do Mundo Atlântico – Diáspora Negra no Brasil
Ementa: Debater novos paradigmas em relação aos Bantu no contexto africano e brasileiro
.
Marina de Melo e Souza (USP)
Robert Slenes (UNICAMP)
Debatedor: Deivison Mendes (UNIFESP)
14h-16h – (MR2) – Bantu no Brasil: Cosmovisões
Ementa: As múltiplas experiências e análises das dinâmicas do universo socio-religioso formado a partir do legado bantu no Brasil (instituições, práticas religiosas etc.)
Robert Daibert Junior (UFJF)
Tiganá Santana (UFBA)
Debatedor: Vagner Gonçalves da Silva (USP)
16h30-18h30 – (MR3) – Bantu: conceituação e aportes na cultura afro-brasileira
Ementa: Dimensionar a processo de chegada ao Brasil das populações da África Central, a conceituação de “povos Bantu” e seus aportes na formação da cultura afro-brasileira.
Alexandre Marcussi (UFMG)
Kabengele Munanga (USP)
Debatedor: Pedro Neto (USP)
Sexta-feira: 3/12/21
9h30-12h – (MR4) Arte, Religião e Cultura
Ementa: A produção estética de origem bantu na formação da cultura brasileira
Alessandra Ribeiro Martins (UNICAMP)
Wilson Penteado Junior (UFRB)
Debatedor: Amailton Magno (PUC-SP)
14h-16h: (MR5)- Bantu pelo mundo
Ementa: Experiências contemporâneas da presença da cultura bantu no contexto do Caribe (Cuba) e da Europa (Portugal)
Yumei Morales (Cuba)
Clara Saraiva (Portugal)
Debatedora: Liliane Braga Ndembwemin (Inzo Tumbansi/Ilabantu/PUC-SP)
16h30-18h30 – (MR6) – Falares Bantu no Brasil
Ementa: A importância das contribuições linguísticas dos bantu no Brasil
Yeda Pessoa de Castro (UFBA)
Margarida Maria Petter (USP)
Debatedora: Sheila Perina de Souza (USP)
Sábado: 4/12/21
9h30-12h – (MR7) – Educação e relações étnico-raciais
Ementa: Os bantu no ensino de história e cultura africana e afro-brasileira na educação básica brasileira
Rosenilton Silva de Oliveira (USP)
Maria Anunciação Conceição Silva (UNEB – USP)
Debatedora: Janaina Figueiredo (USP)
14h-16h – (RC1) – Roda de conversa: Ancestralidade e tradição
Ementa: A enorme contribuição das tradições do Bantu influenciou inúmeros espectros da cultura e sociedade. Como sobreviveram nas Américas e quais as pontes possíveis entre alguns destes princípios bantu é o intento deste painel.
Tata Zingue Lumbondu (Xuxuca) – Terreiro Tumba Junsara – Salvador
Kota Sualankala (Ana Amélia) – Coordenadora do ILABANTU e membro do Terreiro Bate Folha – Salvador.
Tata Márcio Kamusendê – Inzo Jindanji Kuna Nkosi- Belo Horizonte/MG
Coordenação: Makota Maiangasi (Veridiana Machado) – Terreiro Tumbancé – Salvador
– Homenagem à Makota Valdina, Nengua Xagui, Baba Gilberto d`Esú – Tata Anselmo Minatoji
16h30-18h30 – (RC2) – Roda de conversa: corporalidade, capoeira, dança
Ementa: Quais são os desafios para os estudo e pesquisa acerca das substâncias dos corpos bantu? Na música, dança, performance, capoeira onde residem perspectivas para análises das contribuições e fazeres da arte e cultura bantu?
Rosangela Janja Costa Araujo (UFBA)
Valmir Damasceno (Mestre da Fundação Internacional de Capoeira Angola – FICA)
Geslline Giovanna Braga (UFPR)
Coordenação: Kamila Borges (Kota Muxinandê – Ilabantu/Inzo Tumbansi)
– Homenagem a Moa do Katendê
Domingo: 5/12/21
9h30-12h – (RC3) – Os ritos ancestrais na África Bantu contemporânea
Ementa: Esta roda de conversa se propõe a evidenciar os ritos ancestrais bantu, seus significados e representações que cruzaram o atlântico com os povos aqui desembarcados compondo memórias vivas que seguiram se ressignificando e se reinventando a partir de novos contextos e influências culturais
.
Brasil: Tata Katuvanjesi (ILABANTU) e Tata Lubitu Konmannanji (ACBANTU)
Angola: Judith Luacute – Coordenadora do ILABANTU em Angola e África Austral.
Gabão: Antonie Manda Tchebwa (CICIBA) Universidade Omar Bongo
Congo: Rainha Diambi Kabatusuila Mukalenga Mukaji de Nkashama, Rainha da Ordem do Leopardo do Grande Império Luba na República Democrática do Congo
Coordenação: Renata Gonçalves (UNIFESP)
14h-15h – Homenagem às Lideranças Bantu no Brasil
Coordenação: Tata Nkisi Katuvanjesi (Walmir Damasceno)
15h –Encerramento
Comissão Organizadora, representantes das entidades apoiadoras e demais autoridades
Comissão Organizadora:
Coordenador: Vagner Gonçalves da Silva (FFLCH – USP)
Rosenilton de Oliveira (FE – USP)
Tata Nkisi Katuvanjesi (Walmir Damasceno)- (ILABANTU e CICIBA)
Pedro Neto (Àgò Lònà Associação Cultural)
Conselho Científico:
Eva Scheliga – UFPR
Jocélio Teles dos Santos – UFBA
José Guilherme Magnani – USP
Ligia Ferreira – Unifesp
Maria Antonieta Antonacci – PUC-SP
Mundicarmo Ferretti – UFMA
Omar Ribeiro Tomas – UNICAMP

Mariana Brancks Fonseca – UFS

Eduardo Possidônio – UFRRJ

Para participar acesse: https://www.youtube.com/c/TVTumbansi/about




2 comentários em “Herdeira do Terreiro Tumbenci de Maria Neném e Rei Muatchissengue Wa Tembo abre V ECOBANTU esta semana”

  1. Esmeraldo Emetério de Santana Filho

    Ecobantu sempre foi um momento de reflexão do nosso povo na busca de Salvaguardar nossos legados, troca de saberes das tradições de origens Bantu falicitando assim uma boa discussão e contribuição ao universo acadêmico num protagonismo de grandes mestres dos saberes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.