5º Ecobantu realizado com sucesso

São Paulo/SP – Realizou-se entre os dias 1 e 5 de dezembro a 5ª. edição do Encontro de Tradições Bantu (ECOBANTU), evento criado por Tata Nkisi Katuvanjesi (Walmir Damasceno) dirigente tradicional do Nzo Tumbansi, coordenador geral do Instituto Latino Americano de Tradições Afro Bantu (ILABANTU) e representante para América Latina e Caribe do Centro Internacional das Civilizações Bantu (CICIBA).
Na sessão de abertura fizeram as saudações tradicionais Nengua Nkisi Lembamuxi (dirigente do Terreiro Tumbenci de Salvador, BA) e Sua Majestade, Rei Mwatchissengue Wa Tembo (Soberano do Grande Reino Tchokwe, na Lunda, na República de Angola).
O evento contou com sete mesas-redondas e três rodas de conversa das quais participaram autoridades e lideranças tradicionais, mestres e mestras de saberes e fazeres, representantes das casas da tradição congo-angola do Brasil, pesquisadores acadêmicos e religiosos da USP, UNICAMP, UNIFESP, PUC-SP e PUCCAMP, UFMG, UFBA, UFRB, UNEB, UFPR e UESC, pesquisadores estrangeiros, de Angola, Portugal e Cuba.
No encontro falou-se das historicidades e memórias dos povos bantu e sua importância na formação de uma civilização bantu no Atlântico Sul; dos malungos e calundus que desde o século XVI permitiram estarmos aqui celebrando suas resiliências e legados humanísticos; dos aportes linguísticos que impactaram o nosso português e criaram uma sociedade falante do “pretoguês”, da pedagogia do terreiro como educação para a diversidade e da presença dos Bankisi(plural de Nkisi) em nossas vidas cotidianas, nos corpos e ginjas do jongo, da capoeira, dos maracatus e de tantas outras celebrações;
Aprendemos que ancestralidade e tradição não significam defesa de purismos ou separatismos. Ao contrário, talvez a tradição bantu com sua porosidade seletiva tenha sido a mais inclusiva das que aqui se desenvolveram por receber em seus terreiros e instituições as várias presenças: nkisis, guias, encantados e tantas outras forças e energias visíveis e invisíveis. E como não poderia deixar de ser, foram homenageadas lideranças tradicionais que já se foram, mas deixaram seu legado cultural entre nós.
Tudo isso e muito mais resultou num registro de quase 24 horas de vídeo disponível no Canal TV Tumbansi do Youtube (https://www.youtube.com/c/TVTumbansi/about).
Por fim, a Comissão Organizadora dessa edição, composta por Tata Katuvanjesi, Vagner Gonçalves da Silva, Rosenilton Oliveira e Pedro Neto Inatoby, agradece a todas as pessoas que participaram dessa kizomba (encontro) apresentando, debatendo, participando do chat, dando suporte técnico, louvando e celebrando a enorme força e presença da cultura bantu que legaram nossos ancestrais e mais velhos e nos permitiram chegar até aqui.

Aweto!

1 comentário em “5º Ecobantu realizado com sucesso”

  1. Walter José Teixeira da Silva

    Congratulações pelo 5°Encontro de Tradição Bantu (ECOBANTU),evento de grande importância para cultura afro-Bantu e os povos de terreiro, agregando informações de forma coordenada afim de facilitar um maior entendimento sobre nossas tradições!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.