Ministra Luiza Bairros da Seppir encerra com chave de ouro a III Conapir

Brasília/DF – A ministra de Estado Chefe da Seppir, Luiza Bairros, presidiu quinta-feira (7/11) o encerramento da III Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial (III CONAPIR) que durante a sua realização teve transmissão ao vivo. A última plenária aconteceu das 15h às 17h, consolidando o debate em torno do tema “Democracia e desenvolvimento sem racismo: por um Brasil afirmativo”. Em seguida, os 1.400 conferencistas participaram da atividade cultural “O povo negro canta para Lélia Gonzalez”, com a cantora brasiliense Dhi Ribeiro.

foto_conapir

Os internautas também puderam conferir, no canal da TV NBr no Youtube, a abertura oficial da Conferência, ocorrida na última terça (5). A solenidade teve a participação da presidenta da República, Dilma Rousseff, que anunciou o envio ao Congresso Nacional de um Projeto de Lei que reserva 20% das vagas de concursos públicos federais aos negros.

Na ocasião, a presidenta assinou ainda o decreto que regulamenta o Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial, o Sinapir; confirmou a criação de uma instância específica para tratar da Política Nacional de Saúde Integral da População Negra no Ministério da Saúde; e garantiu que, até março de 2014, todas as comunidades quilombolas do país receberão profissionais do Programa Mais Médicos.

Dilma afirmou que o projeto da lei das cotas no serviço público federal tem imenso potencial transformador e é exemplo para outros entes da federação e aos poderes legislativo e judiciário. “Nós queremos que o debate seja amplo, intenso, mas rápido e sério. Por isso estou submetendo o PL sob regime especial, que dá 45 dias para sua análise, sob pena da pauta do congresso ser trancada se o projeto não for votado”, acrescentou.

Com relação ao Plano Juventude Viva, a presidenta enfatizou que dará todo o respaldo, “articulando esferas, ministérios, governos estaduais, a justiça, por meio do Conselho Nacional de Justiça e do Ministério Público, para assegurar o foco nessa questão”. Ela ainda reiterou o apoio do Governo Federal à aprovação do PL 4471, sobre os Autos de Resistência, para garantir o combate à violência que recai sobre a população negra, e reconheceu a participação dos movimentos sociais negros como propulsores das mudanças que ocorreram tanto no Estado, quanto na sociedade, além de lembrar os dez anos de criação da SEPPIR.

A III Conapir foi encerrada às 19 horas do dia 7 pela ministra de Estado Chefe da Seppir, socióloga Luiza Bairros.

Participação do Ilabantu na III CONAPIR

foto_conapir_walmir_damasceno

O ILABANTU teve participação ativa na III Conapir, jornalista e dirigente tradicional, Walmir Damasceno (Taata Kwa Nkisi Katuvanjesi), que também representou o Unzó Tumbenci de Maria Nenén, por delegação da Nengwa Kwa Nkisi Lembamuxi, como delegado, representando os povos e comunidades tradicionais de  matriz africana, especialmente o Candomblé Congo/Angola, disse: “A participação dessas lideranças de povos e comunidades tradicionais de matriz africana foi um marco, configurando avanços significativos”.

Da redação Kimwanga-Nsangu – Agência de Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.