Centro de Referência Nelson Mandela irá atuar contra o racismo na Copa do Mundo

Salvador/BA – Salvador como subsede da Copa do Mundo terá uma ação desenvolvida pela Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) e o Conselho de Desenvolvimento da Comunidade Negra (CDCN), através do Centro de Referência de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa Nelson Mandela, emitindo posicionamento do Governo do Estado a respeito do combate ao racismo no futebol e na Copa do Mundo FIFA 2014. Para além de um posicionamento, o Centro irá atuar no enfrentamento ao racismo na Copa e apoiar o fortalecimento e articulação de diferentes órgãos da esfera pública e da sociedade civil.

Praguinha SEPROMI 11x4.5cm

O Centro Nelson Mandela, funcionará em sua sede no Ed. Brasilgás, Av. 7 de Setembro, de segunda a sexta-feira, das 09 às 12h e das 14h às 17h, recebendo pessoas que foram alvo de racismo para realizarem denúncias, e encaminhando cada caso para ser acompanhado pela Rede de Combate ao Racismo, que agrega diversas entidades da esfera pública, com a participação dos poderes executivo, legislativo e judiciário e entidades da sociedade civil. As denúncias também podem ser feitas pelo telefone: 0800 284 0011 ou (71) 3117-7438.

O racismo infelizmente ocupa historicamente lugar de destaque no mundo do futebol, inclusive, no brasileiro. A história dos clubes, os marcos que regulamentam a matéria e as expressões, vez por outra, noticia a prática criminosa sofrida por jogadores. O direito esportivo permite a abordagem do tema no Estatuto do torcedor, Lei nº 10.671/2003, e no Código Brasileiro de Justiça Desportiva, Resolução CNE nº 01, de 23/12/2003. Assim como a Lei Geral da Copa nº 12.663/2012 e a Lei nº 12.299/2010, que trata das medidas de prevenção e repressão aos fenômenos de violência por ocasião de competições esportivas.

A campanha Copa sem Racismo, inicia na próxima segunda, (16/06) e finaliza no dia 13/07, com isso, a Sepromi irá intensificar as ações desenvolvidas pelo Centro de Referencia de Combate ao Racismo e Intolerância Religiosa Nelson Mandela, além de realizar um trabalho conscientização com material informativo e outdoors.

SEPROMI | Secretaria de Promoção da Igualdade Racial, da redação Kimwanga-Nsangu – Agência de Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.