Ilabantu e Nzo Tumbansi em luto pela trágica morte do Professor Sérgio Adolfo

Londrina/PR – Perdemos mais um dos nossos! É com muita dor que acabamos de receber a trágica notícia do falecimento do Taata Kisaba Kiundundulu, de Nzaazi, Professor Doutor Sérgio Adolfo, na tarde de terça-feira (26 de agosto) em Londrina/PR. Perdemos um dos maiores pensadores e defensores das religiões de Matriz Africana, notadamente das africanidades bantu no Brasil e no mundo! À familia, fica aqui os sentimentos de todos nós do INZO TUMBANSI e a nossa disposição para o que for necessário. E ao Taata Kiundundulu – Professor Doutor Sérgio Adolfo muito obrigado pelos exemplos e pela luta que garantiu que nossa fé fosse compreendida.

sergio-adolfo

O professor Sérgio Paulo Adolfo era considerado uma referência nacional nas pesquisas sobre Literatura Africana e Literatura Cigana. Professor do Departamento de Letras Vernáculas e Clássicas da UEL, Alamir Aquino Corrêa lamentou a perda. “Eu o conheço desde 1987 quando vim para Londrina. Ele sempre foi muito brincalhão, afável e apaixonado pelos objetos de pesquisa. É uma perda muito grande também pelo esvaziamento de uma área de pesquisa. Os alunos ficaram órfãos. São dois mestrandos e cinco doutorandos. Os trabalhos foram interrompidos e não temos outro professor nessas áreas”, lamentou.

Natural de Rolândia (Região Metropolitana de Londrina), Adolfo atuava na UEL desde 1977. Pós-doutor pela USP, o pesquisador fundou o Núcleo de Estudos Afro-Asiáticos na instituição londrinense e era ligado a um terreiro de candomblé de matriz congo-angola em Itapecerica da Serra, São Paulo, onde costumava ir com frequência. A UEL decretou luto oficial por um dia.

O professor era divorciado e pai de cinco filhos. A família preferiu não conversar com a imprensa. O enterro foi realizado no final da tarde de quarta-feira (27/8) no Cemitério Parque das Allamandas, em Londrina, norte do Paraná.

nkissi-tata-dia-ngunzu

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.