Coordenador do Ilabantu terá encontro com antropóloga angolana Ana Maria de Oliveira

Da Redação em Luanda, Angola

Ana-Maria-de-OliveiraEducadora Social e antropóloga Ana Maria de Oliveira

Luanda/Angola – Autora de obras literárias como: Angola e a Expressão da sua Cultura Material (1991/1994), Elementos Simbólicos do Kimbanguismo (1994) entre outras, e ex-Ministra Angolana da cultura, de 1993 a 1999, Ana Maria de Oliveira que é educadora social e antropóloga, nascida na capital da República do País africano, Luanda, licenciou – se na Universidade Nova de Lisboa, dedicando a maior parte das suas pesquisas e investigações a temas ligados aos costumes e práticas das comunidades culturais angolanas, recebe amanhã (27/5), às 15h0, horário de Angola, o Taata Katuvanjesi – Walmir Damasceno. O encontro ocorrerá no Hotel Alvalade (foto), visa discutir e impulsionar o projeto do ILABANTU “A Revalorização dos Aportes Culturais dos Africanos e Seus Descendentes no Brasil e América Latina” no momento em que a ONU celebra a Década dos Afrodescendentes.

Vista-parcial-de-Luanda-capital-de-Angola
Vista parcial de Luanda capital de Angola

“Num amanhecer distante, em que o chilrear dos pássaros soava harmoniosamente em que a terra cheirava a húmida porque tinha chovido”, realçou a Antropóloga ao contatar o coordenador do Instituto Latino Americano de Tradições Afro Bantu (ILABANTU), com quem mantém estreitas ligações desde que foi Ministra da Cultura de Angola.

Hotel-AlvaladeHotel Alvalade

Ana Maria de Oliveira também foi deputada da Assembleia Nacional e como mulher de cultura dirige a sua atenção para diversas áreas, dedicando-se também a literatura infantil, onde já publicou obras do seu projeto denominado Kauyka, uma coleção de histórias infantis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.