Rei Tradicional Bantu diz que se encontra na fase de preparação para sua viagem ao Brasil

Itapecerica da Serra/SP – Em contato com Taata Katuvanjesi – Walmir Damasceno, coordenador nacional do ILABANTU, através de conversa telefônico ocorrida ontem, dia 30/7, o soberano Bailundo, Armindo Francisco Kalupeteka Ekuikui V, declarou que os avanços positivos por parte do Governo de Angola, através de pareceres favoráveis dos Ministérios da Cultura e da Administração do Território, “estamos na fase de preparação da nossa viagem ao Brasil que ocorrerá em breve”, em atendimento ao convite que lhe foi formulado desde o ano passado pelo ILABANTU, realçando que a sua vinda ao Brasil representa a revitalização da herança cultural africana, por ser a primeira visita oficial de um rei bantu, após a abolição da escravatura, em 1850.

ekwikwi_katuvanjesi_016

Informou que o convite que lhe foi feito inscreve-se no quadro dos objetivos da Década Internacional dos Afrodescendentes, criada por resolução da Assembleia Geral da ONU, em 23 de Dezembro de 2014, com o tema “Afrodescendentes: reconhecimento, justiça e desenvolvimento”.

Ekuikui V disse que o Instituto Latino Americano de Tradições Afro Bantu idealizou a visita para diversos estados brasileiros, para manter contato com a cultura afro-bantu brasileira.

Estão envolvidas na preparação da viagem do Rei do Bailundo ao Brasil personalidades como Judith Luacute, o jornalista José Armando Estrela, e o articulista Avelino Costa, que representam igualmente o ILABANTU em Angola e toda África austral.
O reino do Bailundo, localizado a 75 quilómetros a norte da cidade do Huambo, é um dos mais respeitados do país, pela sua resistência na luta contra a ocupação colonial, nos longínquos anos de 1500.

O mesmo foi fundado pelo rei Katiavala I, proveniente da vizinha província do Cuanza Sul, e atualmente funciona com 35 sobas, oito dos quais em regime permanente, por residirem na corte. Ekuikui V, cujo nome civil é Armindo Francisco Kalupeteka, foi entronizado em 2012, sendo o 38º rei, sucedendo Ekuikui IV.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.