O Português Língua não Materna como Produto das Estruturas das L1 (Bantu)

Rui Marcelino Matsimbe Cumbane (CLUL – Centro de Linguística da Universidade de Lisboa) rcumbane@macedo.ipiaget.org

Introdução

Consideramos que o conhecimento das causas da produção dos enunciados que sumariamente iremos apresentar é importante quer para os professores de língua Portuguesa cujos alunos são provenientes dos PALOP, assim como outros alunos cuja língua materna pertence ao grupo Bantu (uma vez que grande parte destas línguas apresenta uma estrutura similar, sendo, por isso, os dados1 mutatis mutandis, generalizáveis para línguas do mesmo grupo), quer para o aprofundamento do conhecimento que se tem das variedades do Português em África.

Clique aqui e baixe o PDF completo

linguas-africanas

No comments yet.

Join the Conversation