Prefeito de Ilhéus, no sul da Bahia, nomeia representantes de matriz africana para o Governo Municipal

Ilhéus/Ba – O prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro (PP) nomeou para o cargo de Coordenador do Memorial de Cultura Negra de Ilhéus, Gilmario Rodrigues Santos (Marinho Rodrigues) Taata Luandenkosi. O anúncio aconteceu no dia 1 de outubro de 2013.

marinho_rodrigues

Com a indicação, o prefeito cumpriu um importante compromisso com a população afro-brasileira da cidade, principalmente com os religiosos de matriz africana. A nomeação foi publicada no diário oficial da cidade no mesmo dia.

Taata Luandenkosi, é Kambandu (mestre-percusionista e músico sacro nas casas de candomblé de matriz congo-angola) iniciado a 11 anos para o Nkisi Nkosi, em uma das casas mais tradicionais de Candomblé Congo-Angola da Bahia: Terreiro de Matamba Tombenci Neto, dirigido por sua mãe carnal, Mam`etu Kwa Nkisi Mukalê, Mãe Ilza Rodrigues, sacerdotisa esta que em 2014 celebrará seus 80 anos de idade e 70 anos de iniciada no candomblé congo-angola pelas mãos da saudosa Nengwa Kwa Nkisi Kizungirá, de Nzaazi, dona Maçú, do Terreiro Santa Luzia Tumbenci Filho.

Também é dirigente da ONG Gongombira de Cultura e Cidadania, vice-presidente da Associação Beneficente e Cultural do Terreiro De Matamba Tombenci Neto e coordenador do Núcleo da Rede Nacional de Religiões de Afro-Brasileiras e Saúde – RENAFRO em Ilhéus, além de coordenador estadual sul da Bahia do ILABANTU.

Vale lembrar que o Prefeito Jabes Ribeiro já havia nomeado no inicio do seu Governo a  Koota Malu, professora doutora Marlucia Mendes da Rocha, de Nzaazi, para o cargo de Secretaria Municipal de Educação, na cota do PC do B  que fez parte da coligação que elegeu Jabes para a Prefeitura Municipal de Ilhéus.

Uilian T. Vendramin, da redação Kimwanga-Nsangu – Agência de Notícias

No comments yet.

Join the Conversation