Ano: 2013

Espetáculo “Mangalê – A terra que me transforma” no CCJ e no CCSP

São Paulo/SP – Mangalê consiste em um projeto de pesquisa e produção de um espetáculo artístico de dança, abordando duas Nações: Ketu e Angola. A palavra nação é usada no candomblé para distinguir seus segmentos, diferenciados pelo dialeto utilizado nos rituais, o toque dos atabaques, a liturgia. A nação também indica a procedência dos escravos que lhe deram origem na nova …

Espetáculo “Mangalê – A terra que me transforma” no CCJ e no CCSP Leia mais »

Núcleo de Artes Afro-Brasileiras da USP apresenta o espetáculo “Cacimba de Aruanda: Uma Narrativa do Recôncavo”

São Paulo/SP – Entre os dias 10 e 13 de dezembro acontece o espetáculo “Cacimba de Aruanda: Uma Narrativa do Recôncavo”, uma produção do Núcleo de Artes Afro-Brasileiras da USP, resultado de uma parceria com a Associação dos Sambadores e Sambadeiras do Estado da Bahia (ASSEBA). Dirigido por Luiz Antonio Nascimento Cardoso (Contramestre Pinguim), o trabalho …

Núcleo de Artes Afro-Brasileiras da USP apresenta o espetáculo “Cacimba de Aruanda: Uma Narrativa do Recôncavo” Leia mais »

O dilema afro-diaspórico

“Negro tem duas dimensões…” Franz Fanon Ainda são persistentes os sintomas do colonialismo no modo como se travam as relações sociais no Brasil. Aliás, a formação da sociedade brasileira é pautada sobre o extermínio e neutralização da população autóctone e dominação dos povos africanos escravizados. A divisão social do trabalho determinada por critérios étnicos provocou …

O dilema afro-diaspórico Leia mais »

Casa de Oxumarê é tombada como patrimônio histórico e cultural do Brasil

Salvador/BA – O terreiro Ilê Axé Oxumarê foi tombado como patrimônio histórico e cultural do Brasil na tarde de quarta-feira (26/11), na sede do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), em Brasília. Para o superintendente do Iphan, Carlos Amorin, a preservação dos terreiros de candomblé é de extrema importância para a Bahia e …

Casa de Oxumarê é tombada como patrimônio histórico e cultural do Brasil Leia mais »

Caminhada das Águas de Oxum leva axé da Iyabá para povo de Guarulhos

Guarulhos/SP – O Povo de Santo de Guarulhos se prepara para mais uma caminhada “Águas de Oxum” que irá acontecer dia 1 de dezembro (domingo) a partir das 9h00 da manha. A concentração será na praça Getúlio Vargas. Pede-se a todos as pessoas que forem, utilizar traje branco ou amarelo. Mais informações pelos telefones (11) …

Caminhada das Águas de Oxum leva axé da Iyabá para povo de Guarulhos Leia mais »

O Candomblé como afirmação da diferença

Walmir Damasceno – Taata Kwa Nkisi Katuvanjesi A manutenção do arcabouço cultural de matriz bantu realizado pelo Terreiro de Candomblé Nzo Tumbansi se insere em um processo de resistência a aculturação imposta ao longo dos séculos pela visão de mundo dominante aos povos africanos escravizados e trazidos para o Brasil. Falar sobre o modo como …

O Candomblé como afirmação da diferença Leia mais »

Roda de Conversa em Brasília sobre a Exposição “O silêncio Nagô calou em mim”

Brasília/DF – Ministério da Cultura convida a todos para a Roda de Conversa que será realizada sábado, dia 30 de novembro às 12h00 no Museu Nacional dos Correios. A roda conta com a participação do fotógrafo André Vilaron e a pesquisadora Cláudia Linhares Sanz, e será sobre a imagem fotográfica e a cultura de matriz …

Roda de Conversa em Brasília sobre a Exposição “O silêncio Nagô calou em mim” Leia mais »

Matamba Tombeci Neto lança a cartilha e o documentário “Mãe Ilza Mukalê – Histórias e Saberes”

Ilhéus/BA – A Organização Gongombira de Cultura e Cidadania e a Rede Matamba Tombenci Neto convidam a todos para participar do lançamento da cartilha e do documentário Mãe Ilza Makulê – Histórias e Saberes, que integram a programação do Novembro Negro, em Ilhéus. Selecionado no edital Culturas Identitárias, da Secretaria de Cultura do Estado da …

Matamba Tombeci Neto lança a cartilha e o documentário “Mãe Ilza Mukalê – Histórias e Saberes” Leia mais »

“Meu caminhar, meu viver”, livro da Makota Valdina, será lançado dia 26 de novembro

Salvador/BA – “Meu caminhar, meu viver” é o nome do livro escrito por Makota Valdina de Oliveira Pinto, que será lançado no dia 26 de novembro, no Forte da Capoeira, no Largo de Santo Antônio Além do Carmo, em Salvador. O lançamento, marcado para as 18 horas, integra a programação do mês da Consciência Negra, quando …

“Meu caminhar, meu viver”, livro da Makota Valdina, será lançado dia 26 de novembro Leia mais »


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home2/inzotumb/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home2/inzotumb/public_html/wp-content/plugins/really-simple-ssl/class-mixed-content-fixer.php on line 110